Gato em casa. Cuidados para garantir um bom ambiente.

Gato em casa. Cuidados para garantir um bom ambiente.

Gato em casa. Cuidados para garantir um bom ambiente

Cuidados básicos.

Cuidados para garantir um bom ambiente.O gato precisa de uma fonte, que mantém a água corrente, pois gatos não gostam de água parada.

Uma cama para o gato, comedouro e caixa de areia estão entre os itens essenciais pra quem quer um
gato dentro de casa.

Para servir ao gato utilize um pote baixo, raso e limpo. Um pote para cada gato. Abasteça de manhã e à noite.
Coloque uma quantidade que dê para o dia todo e depois para a noite toda. O gato come aos poucos, durante o dia e a noite também.
Tenha um local específico da casa para servir a refeição, o gato gosta de suas coisas sempre no mesmo lugar.
Nunca deixe faltar ÁGUA LIMPA ao gato, troque a água todos os dias. A sede poderá causar problemas nos rins.

Ao escolher uma RAÇÃO, não dê importância ao comercial da TV, pois isso só faz o preço subir. Escolha a ração que tiver o maior índice de proteína,
pois suprirá as necessidades alimentares do gato com poucas gramas.

Evite comprar a ração em embalagens pequenas, afinal você paga caro cada embalagem.
Se possível, compre o saco com 10 Kg e divida a ração em potes ou sacos de plástico e vede bem, não deixe aberto para não perder o aroma.
Deixe em uso apenas a quantidade que será servida durante a semana.

Casa segura gato seguro

Ter um gato em casa também significa mudanças, como, por exemplo, passar os fios elétricos sob o tapete ou atrás dos móveis.
O objetivo é não deixar fios por onde passe corrente elétrica à disposição do gato; pois ele vai querer brincar e pode tomar choque ou derrubar
eletrodomésticos
O uso de alguns produtos de limpeza pode ser tóxico para o gato. Não é indicado lavar as vasilhas do gato com desinfetantes feitos à base de pinho;
ou que contenham fenol em geral, pois são altamente tóxicos ao bichano.

Se morar em apartamento, é de extrema importância que as sacadas e janelas tenham proteção. É bom o gato ficar na luz do sol, mas não na janela,
pois ao passar o primeiro passarinho, o instinto felino será pular para caçá-lo. Para ter um gato em casa ou em apartamento, é importante cuidar da segurança
do ambiente primeiro.

Algumas plantas também podem causar danos à saúde do gato. A lista de plantas potencialmente prejudiciais inclui damasco, azálea, botão-de-ouro, caladium,
copo-de-leite, mamona, cereja, crisântemo, açafrão, narciso, loureiro, azevinho, hortênsia, lírio, hera, lírio-do-vale, cogumelos, entre outros. Em compensação,
existe a erva do gato, que pode ser extremamente benéfica ao seu gatinho

Se tiver uma planta que cause algum dano caso suas folhas, sementes ou frutos sejam ingeridos pelo gato; proteja o local onde está a planta, para o gato não ter acesso.

A cozinha pode ser um espaço muito perigoso para o seu pequeno felino. Eles não medem as consequências dos seus atos e querem andar por todos os lados.
Na cozinha, poderiam se queimar ou se ferir com fogo, instrumentos de corte, etc.

Se for imprescindível que seu gato fique na cozinha, você deve vigiá-lo continuamente para poder remediar as possíveis travessuras que ele possa fazer.

Areia

Compre a areia específica para a urina e as fezes do gato; a mais barata que encontrar, a marca não é importante, mas é MUITO IMPORTANTE a limpeza.
A urina do gato tem cheiro forte e uma simples limpeza diária não deixa que o cheiro impregne no ambiente da casa.

Utilize uma caixa de plástico grande com o conteúdo todo do saco de areia que geralmente é de 4 kg. Deixe areia suficiente para o gato enterrar o que ele fizer.
LIMPE TODOS OS DIAS. Isso mantém sua casa SEM CHEIRO. Tenha cuidado ao limpar, não toque nas fezes com a mão, utilize uma pequena pá, e lave suas mãos após cada limpeza.
Compre uma caixa grande, lembre-se: o gato cresce rápido.

Tenha um local específico da casa para colocar a caixa com areia, o gato gosta de suas coisas sempre no mesmo lugar. Deixe em um local que seja acessível de dia e de noite.
O gato precisa saber onde a areia estará para poder correr para ela, quanto estiver necessitado.
Desta forma ele nunca fará suas necessidades em nenhum outro local da casa. Assim, sua casa permanecerá limpa.

Os brinquedos para o gato

Evite o clássico novelo de lã. O risco existente neste “brinquedo” é que a lã tende a se desfiar, podendo ser ingerida pelo felino; causando feridas na gengiva e no estômago dele.

Além disso, é importante que os brinquedos que utilizamos não tenham pintura em seu exterior.

Qualquer coisa diverte um gato, pode ser uma bolinha , uma fita comprida, uma caixa ou embalagem vazia. Nem precisa ser brinquedo caro,
mas se preferir compre o que quiser. Tenha também algo onde ele possa afiar as unhas, como um pedaço de corda ou sisal, borracha ou madeira.

Jogue a bolinha para ele, puxe a fita pela casa, pendure um brinquedinho que fique ao alcance do gato e possa balançar durante a brincadeira.

Tenha um local específico da casa para ser o parque de diversão, o gato gosta de suas coisas sempre no mesmo lugar. Deixe em um local que seja acessível de dia e de noite.
O gato se diverte em qualquer lugar, com qualquer coisa; mas se ele tiver um local e seus próprios brinquedos, não estragará seus móveis, nem seus sapatos ou os pertences da sua casa. Assim, a sua casa permanecerá inteira e limpa.

Cama de gato.

Gato dorme praticamente em qualquer lugar que for quentinho. Ama caixas de papelão e adora cobertor LIMPO e cheiroso.

Utilize uma caminha comprada ou feita em casa, pode ser de caixa de papelão, madeira, plástico ou tecido. Mantenha o cobertor do gato sempre limpo. Tenha várias trocas, para poder lavar sempre.

Tenha um local específico da casa para colocar a caminha, o gato gosta de suas coisas sempre no mesmo lugar. Deixe em um local que seja acessível de dia e de noite. Quando o gato deitar em lugar errado, espere ele dormir, peque-o com carinho e o coloque na cama dele. Mas, se ele estiver dormindo na própria cama, não o pegue, mesmo que seja apenas para fazer carinho. Não o retire de sua caminha, ou ele entenderá que lá também não pode ficar.
Se possível, escolha um local perto de você e numa altura que ele possa subir sem problemas.
Se ele insistir em dormir na cama , coloque a caminha do gato sobre a cama da pessoa, até que ele acostume na caminha, depois coloque a caminha em outro lugar.

Gato gosta de carinho

Gato ama qualquer manifestação de carinho. Coçar o alto da cabeça do gato ou coçar no comprimento de seu corpo, acalma o gato.

O ronronar nem sempre é um sinal de que o gato está feliz; portanto não imagine que isso o deixa livre de um arranhão ou de uma mordida. Especialistas creem que o ronronar é um modo de chamar a atenção; o que pode indicar felicidade, mas também pode indicar irritação.
Muitos gatos não gostam de ser acariciados na área perto da cauda. Para saber se com o seu é assim, acaricie-o ali e observe como ele se comporta.
Se se contrair, grunhir ou miar com nervosismo, está demonstrando desconforto. Nesse caso, evite acariciar a região e avise todos que têm contato com o animal para fazer o mesmo.
Se você é um estranho para o bichano, tenha paciência. A mesma coisa que um gato aceita do dono, que é conhecido dele, pode não aceitar de uma pessoa estranha.
Alguns gatos miam quando querem que você continue a acariciá-los; outros, quando querem que você pare. Irritação é geralmente indicada por miados mais graves.
Nesse caso, parar é uma boa ideia.Se o gato é seu, procure notar se a reação que ele demonstra ao receber carinho em determinada parte do corpo muda drasticamente.
O fato de ele recusar carinho numa região onde antes não sentia incômodo pode ser um sinal de dor (talvez causada por um ferimento ou por outro problema de saúde).
Se ele miar ou se contorcer — e talvez até arranhar ou morder —, isso indica um problema recente. Preste atenção especial a isso se seu animal tem liberdade para andar pela vizinhança e pode, portanto, se envolver numa briga com outro gato. Caso você note uma ferida ou abcesso, leve o animal ao veterinário.
Alguns gatos gostam de ser pegos e outros não. Se o animal tenta fugir ou pular ao ser apanhado, deixe-o ir e tente apanhá-lo mais tarde.
Quando a cauda do gato se agitar de cima para baixo ou de um lado para o outro, é melhor deixá-lo em paz, já que ele pode estar irritado.
Acariciar um gato pode provocar a liberação de hormônios que reduzem o stress, diminuem a pressão sanguínea e minimizam as chances de um derrame ou ataque cardíaco

Envie seu comentário